segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Às voltinhas de BTT na mata!

Boas,




Ontem peguei na espanhola, montei-a e andei às voltas na mata! Olé!
No meio do amasso, andei a pisar os trilhos e a consolidar o piso, que com a chuva que tem caído nos últimos dias, aliado ao facto de eu andar a pisar aquilo, estão a ficar um mimo, tanto para a bike, como para a corrida!





Foram 20 km em quase 2 horas, sem furos e sem quedas, mas com alguma chuva...

Hasta





quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Arruma-te bem na linha de partida, SFF!

Boas,


Ontem li o artigo do João Lima "A problemática da partida e a minimização de riscos" e estou com ele na causa e na criação de uma campanha de sensibilização.


Por isso... voltando ao tema...
Com o crescimento do "Running", as provas populares têm aumentado o seu número de participantes e inclusive batido recordes de participação. Um bem haja nesse aspeto! Toda a gente é benvinda à atividade da corrida!
No entanto esse fator traz alguns problemas na questão das partidas, onde atletas mais lentos se colocam o mais para a frente possível, e depois,  por irem mais devagar, ou a caminhar (!) acabam por atrapalhar outros atletas que têm objetivos pessoais ou de equipa, tendo de os contornar no primeiro quilómetro, prejudicando a sua prestação, perdendo tempo e desgastando-se nos "esses".
Como o João refere, há ainda as questões de segurança, com o risco de quedas.
É este o cerne da questão!


Mesmo que a organização de uma corrida providencie caixas de tempo na partida, estas são muitas vezes  adulteradas, sendo frequente a presença de atletas que sabemos ou desconfiamos que não irão cumprir o tempo proposto, o que é mais surpreendente. Enfim, as motivações de cada um são o que são, assim como a educação e o respeito pelo próximo! Isso poderia melhorar!
Há quem corra por diversão, por objetivos, por competição e até para treinar e testar a "máquina"!
Mas uma corrida será sempre uma corrida e uma prova ou teste para a maioria dos atletas, que querem fazer o seu brilharete, por mais secreto que este seja!


A blogosfera tem muita informação sobre provas populares e é procurada por pessoas que querem saber informações sobre determinada prova ou sobre a atividade da corrida e por essa razão vale a pena passar esta mensagem, mesmo que esta chegue apenas a meia-dúzia de pessoas. Todavia, mesmo que sejam poucos, estes podem ser transmitir a outros que se sensibilizem e evitem esse comportamento. Não é um esforço inútil.


Posicionarmo-nos todos na linha de partida, de acordo com  nosso valor atlético e expectativa é fundamental para que as provas ganhem qualidade e a participação de todos seja respeitada!


Fica o apelo!


Hasta





terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Baloiçar de 2015 para 2016

Boas!


Já que a malta corredora da blogosfera está toda a balançar e a andar no baloiço, eu também quero!
É fixe! Para trás encolhe-se as pernas e para a frente estica-se! Sai da frente Guedes! Woohoooo!


Não vou fazer balanços de km pois além de serem irrelevantes para mim, nem tenho esses dados completos. As provas são o resultado dos treinos e se as fiz, é porque treinei para elas, logo os km  estão nas pernas. Pronto, em relação aos km está balançado! :)


Este ano participei em nove provas:


Corrida do Atlântico
Meia da EDP
Corrida VW
Corrida do Sal
Seixal Night Run
Trail do Pinhão
Meia Rock n' Roll
Corre Jamor
Corrida B Planet

Só por esta informação já foi útil fazer este balanço, pois nem me tinha apercebido que este ano tinha participado em tanta correria... e nem me lembrava que tinha feito duas meias maratonas em 2015!


As que gostei mais e que desejo repetir, foram a Corrida do Sal, a Seixal Night Run, o Corre Jamor e claro, o meu momento alto do ano,  a Corrida B Planet onde consegui o meu RP nos 10 km -  40'46''.
A Corrida VW já é uma tradição minha e lá terei de ir, pois não quero ficar com a coleção incompleta de camisolas VW!


As meias maratonas estão excluídas dos meus objetivos para este ano, porque não aprecio muito a cena de sofrer :)  muito embora esteja inscrito no Trail de Bucelas cujo percurso tem 21 km (!), mas neste tipo de prova esse pormenor da distância não tem nada a ver. Não é uma Meia só por isso!
Só se empurrarem o baloiço com muita força e eu sem querer, vá a uma prova dessas...


Para já é treinar, treinar, Bucelas e treinar, treinar...


Também quero recuperar a pedalada de BTT em 2016 e acompanhar mais vezes a Santa Malta nas suas aventuras pelo "quintal" da Margem Sul! Se calhar é já no próximo domingo...


E é isto, está baloiçado!

Hasta



















No Natal fui ao baú!

Boas! Um Natal passado na casa dos pais dá nisto... um visita ao acervo fotográfico e uns achados inesperados! No meio dos álbuns de fot...