segunda-feira, 28 de abril de 2014

2ª Meia Maratona de Almada 2014 , o rescaldo!

Boas,

Está feita!
Está cumprido o objectivo de participar na Meia Maratona de Almada, e correr na terra que me viu crescer.

A prova tem um percurso engraçado, com passagem pelo Arsenal do Alfeite, onde podemos observar de perto as docas onde estão ancorados os navios de guerra portugueses e percorrer as ruas de Almada, com algum público a incentivar. Dá um certo gozo correr em locais que conhecemos como a palma das mãos e onde temos inúmeras histórias.

O percurso é engraçado... mas duro, com algumas subidas e com a principal de Cacilhas até ao Pragal, num total de ca. 2 km.
Outros aspectos do percurso são chatos de se fazer, com saídas da linha para fazer 2 km e voltar ao percurso normal, parecendo "hérnias" que só servem para o estender e perfazer os 21097,5 metros. Com alguma imaginação poderiam incluir outras ruas e evitar esses anexos. A Meta também está colocada no final de uma subida, o que não lembra a niguém... Resumindo, esta não é uma prova rápida e rolante!

O dia esteve primaveril, com indícios de verão e a temperatura fez alguma mossa nos participantes e pessoalmente afectou-me bastante. A partida poderia ser antecipada para uma hora mais fresca, pois a prova começou às 10h30, e acabando depois das 12h00 para a maioria dos participantes!

No resto a organização esteve bem! Na partida houve um aquecimento promovido pela organização, com monitores de ginástica que não se cansaram de puxar pelo pessoal ao som dos sucessos musicais do momento, elevando-lhes a moral. Não faltou nada nos abastecimentos, houve bastante água e isotónico e até bananas, com o pessoal de apoio bastante simpático a incentivar os participantes.

Posto isto...

A prova não me correu bem!
A estratégia falhou, o entusiasmo inicial levou-me a andar depressa na primeira parte da prova e depois paguei a factura, sem direito a sorteio do Audi!
Ao 9º km ia com 38:45 minutos e ao verificar isso pensei que já tinha feito "caca"... não devia ter andado tão depressa na primeira metade e ainda por cima era a altura da prova em que começava a famigerada subida para Almada! Ao terminar essa subida quebrei bastante e aos 15 km bati no muro! O último quarto da prova foi a aguentar uma passada que desse para acabar sem ir a andar! Foi um período muito mau e o calor não ajudava nada.

No final, o cronómetro marcava 1:40:50H, que era mais ou menos o tempo que tinha traçado inicialmente, embora tivesse um desejo de fazer um tempo inferior, mesmo sem a "lebre Ricardo"!
Vivendo e aprendendo! Numa próxima tenho de ter mais cuidado com os andamentos, afinal, esta foi a minha 3ª meia maratona.

À tarde ainda dei uma volta de bicicleta e nem me custou a pedalar, o que prova que a preparação estava feita mas foi mal aplicada, até porque hoje nem tenho dores nas pernas...

Agora venha a próxima, já no próximo fim de semana, com a fabulosa distância de 1609 metros na XXII Milha do Seixal. Dizem que os últimos 9 metros é que doem :)

Hasta


segunda-feira, 21 de abril de 2014

Resumo da semana!

Finalmente começou o processo de reduzir a carga até ao dia da Meia de Almada, já no próximo Domingo!
Entrei na última semana de treinos e a "coisa" é bem mais levezinha que nas semanas anteriores, com os últimos três domingos marcados por percursos longos! Agora é aproveitar para descomprimir...

Durante a semana passada fiz:
3ª feira - 10 km de bicicleta, a rolar
4ª feira - 6 km corrida em 31:25
5ª feira - 9,2 km corrida  em 42:48
Sábado - 15 km de bicicleta, a rolar
Domingo - 9.2 km corrida  em 42:52

Ultimamente tenho aproveitado as folgas da corrida para pegar na bike e trabalhar outros músculos mais preguiçosos, sem sobrecarregar os habituais da corrida. Copiei esta ideia de treinar do ultra-maratonista Carlos Sá e parece que me dou bem com isto e até sinto um aumento de resistência cardio-respiratória, no entanto, esta semana antes da prova a bike irá ficar parada.

Os dois treinos de 9 kms serviram para apurar o ritmo que me convém para a prova e com apenas 4 segundos de diferença entre eles...  até pareço um relógio suíço! Vamos a ver se tenho a corda suficiente no dia da prova! :)

Hasta

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Último treino longo feito! 13 de Abril de 2014



Ontem cumpri o último treino longo do plano "Objectivo da Meia Maratona de Almada, a 27 de Abril".

Está completa aquela que era para mim a fase mais árdua do plano - os treinos longos. Pelo menos era isso que eu sentia há uns tempos atrás quando iniciava um plano no My Asics, pois ao analisar o que me era proposto, ficava sempre apreensivo em relação aos treinos mais longos. Para mim esses treinos significavam sofrimento durante muito-muito-muito tempo! Sinto que houve uma evolução nesse aspecto e agora já gosto de os fazer!

Para acabar em grande esta fase e este treino em particular, tinha a companhia do Ricardo, que anda bem mais que eu, o que é ótimo para me incentivar a um andamento mais vivo!
Inicialmente o local escolhido foi o Parque da Paz e iríamos ficar por ali às voltas, mas quando lá chegámos encontrámos um companheiro de corrida, que nos desafiou numa ida e volta até ao Murfacém/Trafaria e alinhámos com ele.

Começámos devagar para aquecer, com os primeiros km na casa dos 5:15/5:25 min/km e fomos gradualmente aumentando o ritmo para, a partir dos 10 km andar sempre com médias de 4:30 min/km. O Murfacém fica num alto, por isso iríamos ter que subir mais para lá, mas na volta predominariam as descidas!
O Ricardo ia ali "preso", e na  fase final teve que fazer o seu sprint, para descomprimir, senão tinha de ir ao psicólogo!
Foi um bom treino e acabei bem! Da lesão*, nem sinal!
No final demos mais uma volta ao Parque da Paz para perfazer os 18 km e terminámos com um registo de 1:27:19 a uma média de 4:51 min/km. Baril! :)

Hasta

* Senti-me muito bem e nem sinal do ciático! Parece que os exercícios de pranchas estão a dar resultado, assim como a alteração de rotinas diárias! Passei a ir para o trabalho de comboio em vez de carro, pois a posição de condução não ajuda à causa e desta forma também me obriga a andar a pé na ida até à estação, o que é benéfico para a recuperação! Além disso, também estou a evitar estar sentado muito tempo! O Dean Karnazes é que tem razão... o homem não foi feito para estar sentado! :)



 

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Parque da Paz - 6 de Abril de 2014




Começando pelo fim da semana, ontem fui treinar para o Parque da Paz. Tenho pena de agora morar mais afastado e não dar tanto jeito ir para lá treinar, se bem que são apenas 15 minutos de carro...

Aquele espaço é fantástico!
Ontem andavam por lá centenas de pessoas a treinar, a caminhar, a jogar à bola... e até um senhor a passear uma espécie de porco malhado com pêlo branco e castanho lá andava!

Há uns bons anos atrás, cerca de 30 (estou velho), ia lá treinar nos trilhos existentes, pois não havia parque, que só surgiu no início dos anos 90. Nessa altura existiam zonas de mata, haviam trilhos, quintas e canaviais... Os caminhos eram trilhos... não eram estas auto-estradas de agora! Havia também algum gado e  lembro-me de umas cabras, que apesar estarem atadas à estaca, insistiam em investir em nós até ao limite da corda! Havia também um lagarto verde fluorescente que esperava por mim numa determinada esquina, num buraco de árvore e logo se escondia!
A malta da corrida, essa, era sempre a mesma e não era muita... as mesmas caras conhecidas dia após após dia e alguns ainda lá correm e até formaram um género de clube : http://www.amigosparquedapaz.com/

Foram muitos os quilómetros percorridos naquela altura, fizesse chuva ou sol, e às vezes eram treinos bi-diários! Era outro andamento! Saudades!

Ontem fui para lá treinar e para tentar cumprir o estipulado - 17 km a um ritmo confortável.
Para rolar o parque não é o melhor, pois tem muito sobe e desce se fizermos o seu perímetro de cerca de 3 km, mas era isso mesmo que eu queria... dificuldade! É bom para o treino de trail se nos infiltrarmos por alguns trilhos mais escondidos! As rampas dão-nos uma maior capacidade de ritmo nos treinos seguintes e ontem fiz inúmeras durante o percurso. O piso também varia.... umas vezes terra batida, outras empedrado  ou um género de alcatrão disfarçado! O benefício deste treino irá aparecer daqui a uns dias...
Senti-me bem no treino e cumpri os 17 km em 1:26:20.
Durante a semana fiz:

Quarta - 5.7 km em 31:27
Quinta - 13.6 km em 1:05:20

Quanto aos sinais da lesão ou sintomas ciáticos... vão desaparecendo :)

Hasta


 

No Natal fui ao baú!

Boas! Um Natal passado na casa dos pais dá nisto... um visita ao acervo fotográfico e uns achados inesperados! No meio dos álbuns de fot...