segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Rescaldo da Meia-Maratona dos Descobrimentos 8DEZ2013

Começando pelo princípio, o dia amanheceu com um nevoeiro cerrado na minha zona, aliado a um frio de rachar (3 graus), que me pôs logo em sentido mal fui passear o canídeo! Nestas alturas invejo-lhe o pelo, tipo cobertor, vulgar nos Podengos.
Chegado a Lisboa o cenário também não estava famoso, e apesar de na ponte 25 de Abril o nevoeiro estar partido ao meio, ele acabou por se juntar lá no alto e deixar a manhã cinzenta e fria na zona ribeirinha. Bom, tenho treinado sempre ao frio, ao final das tardes, por isso estou ambientado a isto. Talvez por essa razão isto me tenha corrido tão bem... e talvez por essa razão eu tenha ido para a zona da prova em calção e manga curta, contrastando com o pessoal equipado com gorros, passa-montanhas, blusões gore-tex e sei lá o quê mais... ah, já me esquecia, também levei luvas, que deram um jeitão nas mãos! Eu bem os ouvia queixar-se durante a prova, que tinham as mãos geladas...

A malta dos corre @ correr lá estava toda à espera e depois de feito um pequeno aquecimento, fomos todos  para a partida.
Desta vez, na prova ia ter a ajuda do Ricardo, que não treinando à 15 dias (!) propôs-me que me acompanhasse durante a prova, tentando ajudar-me a baixar o meu tempo de 1h48m45. Na única vez que fiz a Meia, tinha estado com gripe nas duas semanas anteriores e sabia que valia mais que aquele tempo, e que havia de ter nova oportunidade para baixar aquilo, para uns 1h40 ou qualquer coisa parecida.
O compromisso com o Ricardo era de começar com calma, e ir gradualmente aumentando o ritmo, confortavelmente! No final, logo se veria se teria forças para atacar os últimos 3 ou 4 kms em grande...

A prova inicia-se e logo ficamos com bastante espaço, pois as avenidas naquela zona são largas permitindo alargar o pelotão. Subimos em direcção ao maior estádio de futebol do mundo (aquele que nunca enche), e voltamos para baixo, passando novamente na zona do rio e a partir daí seria sempre plano. Durante a prova ia falando com o Ricardo, controlando o ritmo em que íamos, e fomos passando muita gente, mesmo sem forçar. Andámos alguns kms num ritmo entre os 4'40 e os 4'50 e a partir dos 10 kms de prova ouvi alguém  dizer que ia a 4h30... e nós íamos a ultrapassá-los...
- OI? Ricardo, comé? Vamos assim tão depressa?
- Aguentas? dizia ele?
- Pá... eu sinto-me bem, respondi-lhe... vamos ver o que dá!
Nessa altura sentia que não ia rebentar tão cedo, por isso mantivemos aquela ganância de galgar o alcatrão, conscientemente!
Já perto dos 15 kms o Ricardo avisa... "Aos 16 é que isto começa a custar!".
Passámos pela placa dos 16 km e sem lhe dizer nada fiz ali um auto-check-up rápido... "bom, isto ainda não está perto de rebentar!"
Às tantas era eu que estava a perguntar ao meu ajudante...
- E tu, estás bem?  :)
- Sim, claro, vamos embora!
Nem seria e esperar outra coisa... aparece a placa dos 17 kms e íamos lançados. O Ricardo dizia que podíamos chegar perto dos 1h32... e aí eu apercebi-me que a coisa estava mesmo a correr muito bem, podendo encaixar esta prova num tempo que nunca tinha pensado fazer, só em sonhos... e ainda por cima sentia-me cansado, mas não esgotado!
Aparece a placa dos 18 kms e a partir daí é que realmente comecei a sentir algumas limitações, mas pudera, com um ritmo daqueles... e foi então que disse ao Ricardo:
- Ricardo, isto não dá mais que isto, se der mais rebento...
- OK, vamos assim!
E assim foi... mantivemos um bom ritmo até ao final, com o meu ajudante a dar umas esticadelas, numa de puxar por mim e ver qual a resposta que eu dava, e chegámos ao final juntos, fixando o cronómetro em 1:34:15.
O tempo cronometrado, naquela altura já não foi surpresa, pois durante a fase final da prova apercebi-me que faria um bom tempo, abaixo das 1h40, mas se me tivessem dito no dia anterior que faria aquela marca, ria-me disso!
Foi uma grande prova para mim, fiquei mesmo satisfeito pela minha prestação e agradeço ao Ricardo por me ter ajudado!

Agora venha a próxima, a São Silvestre El Corte Inglês. no dia 29 de Dezembro... mas primeiro uns dias de relax! :)

Hasta 



domingo, 24 de novembro de 2013

Treino no Monsanto com os corre@correr - 24 de Novembro de 2013

Esta semana, no que respeita a treinos, fiz apenas 3 sessões, incluindo a de hoje no Monsanto.
O início da semana foi complicado! A Corrida do Monge deixou marcas e na 2ª e 3ª feira passei por uma fase "geriátrica", em que descer escadas era um sofrimento para mim. Tanta dor nas pernas...
Assim, depois de correr 5 km na 4ª feira e 13,5km na 5ª feira, hoje foi dia de correr no Monsanto!
Durante a semana,  a ideia de ir para a mata do Monsanto surgiu numa conversa entre mim e o Ricardo, que queria treinar algo do género trail, talvez por ainda estar entusiasmado com o Monge. Propus Monsanto e ficou assente! Lancei o desafio ao resto do grupo, e a malta aderiu! Parece que a febre do Trail está a pegar! Bora lá!!!!

Levantei-me cedo, e o frio apertava... A geada ainda dormia nas ervas e nas pedras quando fui passear o canídeo!
Adivinhando que o carro iria ter gelo, fui preparado com um bidon de água para descongelar o carro que tinha uma bela camada de gelo nos vidros. Dizem que as próximas noites vão ser idênticas... tenho de ter o bidon à mão! :)
Pelos parágrafos anteriores já dá para ver  o frio que estava hoje de manhã!

Chegado ao Monsanto, lá me encontrei com alguns companheiros da equipa, e no total fomos sete os que não tiveram medo do frio!
O treino no Monsanto iria ser do género de trail, com algumas subidas e descidas, singletracks, pedras, raízes, alguma lama e muito verde! A mata estava luxuriosa, com o habitual contraste verde/castanho desta época do ano e com muitos bttistas, como habitual!
Resumindo o percurso, saímos dos pupilos em direcção ao Parque do Calhau, depois passámos junto ao Bairro da Serafina, Pedreiras, subida até ao restaurante monte Verde, Prisão, Pina Manique, Mata de São Domingos e Pupilos!
O ponto mais difícil do treino foi subir o estradão paralelo à Av. Duarte Pacheco, que tem cerca de 1 km, mas treino de montanha é assim mesmo, tem de se suar!
Pelo meio disto tudo, a malta portou-se bem, tentando adequar os andamentos dos mais rápidos e dos mais lentos, tentando não cair nos caminhos mais técnicos, e para alguns isto era novidade, mas tudo correu bem, sem problemas.
Perto dos 7/8 km ainda deu direito a que me enganasse no percurso, mas acho que valeu a pena dado o singletrack que fizemos, muito sinuoso e bonito, muito embora isso obrigasse a percorrer um pouco de estrada para retomar o caminho planeado! O Pessoal não se queixou do facto, pois também não conheciam o percurso e pensaram que era mesmo assim, eh eh eh!
No final, os gingarelhos de GPS da malta acusavam uma distância percorrida de 13,5 km em 1h39m!
Hoje, segundo o meu plano de treinos deveria ter feito um treino longo de 18 kms... e baldei-me! Ou talvez não... pois 1 hora e 39 minutos a correr pode ser considerado longo...  :)
De salientar o espírito de convívio da malta, sempre bem disposta e com vontade de fazer caminho!
Obrigado pela companhia aos companheiros António Rato, Nuno Almeida, Ricardo Lopes, Ricardo Ferreira, Carlos Lopes e Hugo Ratinho!

Hasta

domingo, 27 de outubro de 2013

Corrida do Montepio - 27 Outubro de 2013



Mais uma manhã bem passada, na companhia dos corre@correr e na participação na 1ª Corrida Montepio.
Voltar àquele lugar, em Belém, fez-me lembrar da minha primeira e única Meia-Maratona em Março deste ano. Sabendo que daqui a pouco mais de um mês irei ali voltar a percorrer a distância, esta corrida teve um sabor especial, recordando essa prova e foi como que se se tratasse de um estágio de preparação para o dia 8 de Dezembro. Recordações boas e outras menos boas, de esforço e sofrimento. Digamos que foi "agridoce" e acho que é isso que nos faz andar nesta vida de corridas... para confirmar o sabor, que nos deixa confusos :) 

A prova em si, decorreu num cenário que já começo a ficar demasiado habituado... pois já ali participei em diversas provas. A paisagem já me começa a desagradar um pouco e no final fica uma sensação de rotina. É sempre a direito e por alcatrão...
Mas...ninguém me obrigou... fui porque quis! :)

Em relação à minha prestação na corrida, foi que a eu esperava, conseguindo cumprir com o tempo a que me tinha proposto, embora acabasse em esforço os últimos dois kms, sinal da ainda pouca preparação. Sabendo que esta foi a primeira prova da época e apenas com duas semanas e meia de preparação, conseguir ficar a menos de um minuto do meu recorde pessoal na distância, deixa boas indicações para o resto da época.  Fiz 44:42 min

Os corre@correr também bateram recordes o que é sempre motivo de alegria no grupo. Estamos a evoluir rapaziada!
Um especial agradecimento ao Ricardo, que chegando bem classificado, foi buscar uns Pastéis de Belém antes de toda a gente chegar! Souberam mesmo bem, ainda quentinhos! Boa Ricardo!
Outro agradecimento ao Carlos Lopes, pela foto de grupo!

Ficam os tempos:


 

Class -  Dorsal  -  Nome -  Tempo5km - Tempo oficial - Tempo chip - Class Chip - Class Escalão

 

86º - 2377 Ricardo Ferreira 00:19:52 - 00:39:31 -  00:39:15 -  87 corre@correr Veterano 1 22º
376º - 2482 Luis Estêvão 00:22:57- 00:45:00 - 00:44:42  -420  corre@correr Veterano 3 42º
941º - 2564 Hugo Ratinho 00:25:57 -  00:49:55  - 00:48:45  - 907 corre@correr Senior 278º

 
1457º - 1294 Nuno Simões 00:26:54  - 00:53:27 - 00:52:16  - 1451 corre@correr Veterano 1 307º
1708º - 8528 Nuno Almeida 00:28:12 - 00:55:14  - 00:54:04  - 1713 Veterano 6 69º
1709º -1229 Carlos Lopes 00:28:13  - 00:55:14 -  00:54:04  - 1711 corre@correr Veterano 6 70º
2898º - 2527 Nuno Jacinto 00:32:38 -  01:05:46  - 01:04:35  - 2916 Veterano 2 456º

Classificações da Prova

Agora... venha o Monge!
Hasta


 

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Meia hora abaixo dos 5 min/km

Já tinha deixado de relatar o treino a treino há algum tempo aqui no meu blog/diário..., mas fiquei tão contente com a minha prestação de hoje que não resisti em vir aqui partilhar...

Saí de casa para fazer 6 ou 7 km nas calmas, assim mandava o plano de treinos, mas nos primeiros metros de corrida decidi alterar tudo e realizar um treino rápido nessa distância, antes da prova do Montepio, no domingo. Na gíria... deu-me um vaipe!
"- É isso, vai rápido pá! Tens de treinar a rapidez antes da prova, pois começaste o plano de treinos mais tarde! Adapta-te e manda-te para menos de 5' ao km! Na 5ª feira rolas 1 hora nas calmas..."

Como a prova do Montepio irá ser encarada como um treino rápido, não há grande pressão para o que vier dali a conseguir... embora tenha o desejo secreto (já não é) de fazer um tempo perto dos 45 minutos, o que para primeira prova da época nessa distância, seria aceitável. Por isso, não vou alterar o plano e abrandar na última semana antes de uma prova, visto esta ser para treinar.

Como me sentia bem, fui acelerando pouco a pouco, km a km, e devo ter acabado com um ritmo perto dos 4'30''. O correr à noite estimula-me bastante...  e com este tempo fresco então, ui ui! Sentia-me mesmo bem. Só o bom senso me impedia de me lançar mais ainda!

No final, o cronómetro marcava 31:06 minutos para uma distância de 6.4 km - média de 4'52''.
A acabar, depois de parar o cronómetro, ainda corri 500 metros a trote, para descontrair.
Já estava com saudades de um treino destes!

Hasta!


segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Passeio dos 10 anos a pedalar da Santa Malta - 6 de Outubro de 2013




Boas!

Ontem foi dia de BTT, para festejar o 10º aniversário a pedalar da Santa Malta.

Este grupo, que sai aos Domingos de Santa Marta do Pinhal - Corroios, e percorre os trilhos da Margem sul, já pedala em conjunto há mais de 10 anos e adopta o mês de Outubro para comemorar o seu aniversário, pois foi em Outubro de 2003 que o primeiro passeio oficial se realizou. Foi num passeio até à mata do Monsanto em Lisboa e que foi divulgado por via do extinto PortalBtt.com que toda esta aventura semanal começou. Nesse dia apareceram alguns dos membros mais antigos do grupo, vulgo dinossauros, e por essa razão meteu-se um pionés nessa data! Antes disso éramos três ou quatro que dávamos umas voltas aos Domingos.

Este é um grupo especial, pois o ambiente é quase familiar, dada a cumplicidade entre muitos dos companheiros que o integram. Quando a malta está toda junta é quase mágico e é garantido que irá ser um bocado bem passado.

E ontem foi assim, quase todos responderam ao desafio de participar neste passeio comemorativo e compareceram à chamada. Todos e mais alguns, pois apareceram membros novos, que aumentaram ainda mais o pelotão. Devido ao pelotão numeroso o passeio decorreu com algumas paragens de reagrupamento, que a malta aproveita para fazer a tradicional reunião de tupperware e mandar bocas uns aos outros.  Houve uma queda aparatosa de um companheiro novo, da qual resultou um abandono e uma ida ao hospital... esperemos que não seja nada de grave! As melhoras!
Em relação ao percurso, percorreram-se os trilhos habituais e mais alguns novos pela Margem Sul, com paragem para abastecimento e hidratação na Caparica!

Fica o registo da volta, que ainda me rendeu 64 kms, o que foi um bom treino!




Próximo objectivo - Corrida do Montepio! (tenho de começar a correr...)

Hasta

domingo, 22 de setembro de 2013

Meo Urban Trail 2013

Trilho Urbano feito!
Afinal o empeno até não foi assim tão grande... foi só um empenozinho!

Dia 21 de Setembro, à hora marcada, mas coisa menos coisa, os corre@correr apresentaram-se no ponto de encontro, para juntos atacarem as colinas de Lisboa nesta animada prova noturna!
A boa disposição estava latente e todos estavam em pulgas para o início da prova. No período de espera a malta verificou as suas lanternas, brincou aos pisca-piscas, tirou umas fotos e disfrutou do ambiente.
O bloco de partida com tons fluorescentes, foi-se compondo, com uma pequena mancha azul no meio, e estava tudo animado, com a música disco, com os gritos dos mais impacientes, com os vôos do quadricopter telecomandado, com o Kapinha a puxar pela malta de micro na mão, enfim, melhor animação seria difícil!

O nosso grupo manteve-se coeso até que a partida foi dada e com o desenrolar da prova iria naturalmente separar-se! O Ricardo, esse, foi logo lá para a frente para se bater com os primeiros lugares! Ainda mordeu os calcanhares ao Carlos Sá:)
38º lugar... MUITA BOM! E começou os treinos há 2 ou 3 semanas. Este rapaz é um craque!

A prova foi decorrendo e começaram a aparecer as ditas subidas e descidas, com umas mais apertadas que outras, que foram emagrecendo o pelotão! Alguns pontos de passagem poderiam ter sido evitados, de tão estreitos que eram obrigavam a malta a parar e a andar, mas enfim...
Pessoalmente fui gerindo a minha prova, pois vindo de lesão e férias não sabia como é que o físico iria reagir. Senti-me bem, felizmente consegui cumprir a prova sem grandes percalços.
A meio da prova, sensivelmente à saída do Martim Moniz apanhámos uma subida onde deixei de ter a companhia do Nuno Almeida, e passei a ir sozinho por entre a multidão.
A prova foi sendo feita com muitas subidas de escadas feitas a andar, descidas feitas de braços abertos para equilibrar, radar ligado para evitar torcer pés nos paralelipípedos do Castelo, enfim, um rol de pormenores técnicos dignos de um trail... urbano!
No final, ainda consegui encher o peito e passar orgulhoso por entre o imenso público na baixa lisboeta, e passar o Arco da Rua Augusta  e a Meta, sentindo que ainda faria mais um ou dois kms, caso estes  fossem planos!!!
No final, havia alguns GPS que não marcavam os 12 kms e apenas 10 e qualquer coisa. A mim pareceram-me 12... ou mais!

O grupo corre@correr teve as seguintes classificações:
38º Ricardo Ferreira 47:19
536º Luis Estêvão 1:02:03
896º Nuno Almeida 1:09:24
974º Hugo Ratinho 1:11:33
1111º Nuno Simões 1:14:38
1115ª Sofia Silva 1:14:47
1116º Carlos Lopes 1:14:49

Estão todos de parabéns pela prova superada e esta não era uma prova fácil!

domingo, 2 de junho de 2013

Corrida Volkswagen 2013

Hoje foi dia de Corrida da Volkswagen!
A minha participação nesta prova, desta vez tinha um objetivo, o de ajudar o Moreira a baixar os 50 minutos nos 10 kms! Para esse desafio tive a ajuda de um outro companheiro, o Ricardo, que também abdicou de tentar fazer uma prova rápida em prol do tempo do Moreira! Um obrigado para o Ricardo!
E o objetivo foi cumprido, por 26 segundos! Parabéns Moreira, já fazes parte dos SUB50 eh eh eh!
Este desafio vencido soube-me tão bem como se tivesse sido eu a fazer uma grande prova!

Além deste pormenor, houve também a estreia da camisola CORRE @ CORRER para muitos dos integrantes do grupo, e éramos 14! Houve mancha azul, dentro da corrida azul! A prova em si, era acessível e propícia a bons tempos, apesar do tempo quente e isso notou-se em alguns resultados... como o do Nuno Almeida, que também baixou os 50' e da Susana que também fez um bom tempo com um 13º lugar no escalão Vet1

Resultados da malta:
O tempo intermédio dos 5kms também aparece e a negrito está o tempo de chip...
Parabéns a todos!

472  998 Ricardo Lopes 00:24:35 00:49:23            00:48:57 472 corre@correr Senior 98º

508  1101 Susana Almeida 00:25:23 00:49:44        00:48:53 464 corre@correr Veterana 13ª

523  456 Nuno Almeida 00:25:25 00:50:00             00:49:06 493 corre@correr Veterano 6 19º

550  631 Ricardo Ferreira 00:26:20 00:50:26          00:49:35 527 corre@correr Veterano 1   95º

551  753 Nuno Moreira 00:26:20 00:50:26              00:49:34 525 corre@correr Veterano 1 96º

552  302 Luis Estêvão 00:26:20 00:50:26               00:49:36 530 corre@correr Veterano 3 84º

791  1035 José Correia 00:27:38 00:54:10              00:53:15 769 corre@correr Veterano 3 110º

861  1036 Pedro Andrade 00:27:41 00:55:41           00:54:45 848 corre@correr Senior 187º

947  297 António Domingos 00:28:58 00:57:07       00:56:12 932 corre@correr Veterano 6 44º

1067 358 Carlos Lopes 00:30:28 00:59:44              00:58:49 1059 corre@correr Veterano 6 52º

1070 295 Sofia Silva 00:30:28 00:59:47                 00:58:52 1060 corre@correr Senior 43º

1081 367 Nuno Jacinto 00:29:35 01:00:04              00:59:10 1079 corre@correr Veterano 2 207º

1270 310 Nuno Simões 00:30:29 01:05:52             01:04:57 1263 corre@correr Veterano 1 215º

1422 292 Eduardo Pereira 00:38:18 01:18:11         01:17:04 1419 corre@correr Veterano 4 112º

Hasta

segunda-feira, 27 de maio de 2013

7ª Corrida do Guincho 2013 "Entre serra e Mar" - A estreia num Trail


Mais uma prova no bucho e desta vez foi um Trail de 12 kms!

Podia recordar aqui muita coisa... tal como a estreia da camisola da equipa corre@correr , ou as paisagens magníficas, a vegetação, as pedras rolantes, o túnel escuro, os trilhos pela mata, a subida do Cabeço do Vento, as descidas tramadas e técnicas, as rajadas de vento, o ter que "correr a andar", a boa organização e até o saco de prenda com pão com chouriço/nectar/água/fruta/chocolate/camisola, enfim, uma data de coisas que realmente gostei e me surpreenderam!
Mas o que realmente me impressionou foi o final da prova junto à meta, onde se formou um funil composto pelos atletas que já tinham terminado e juntamente com outros acompanhantes iam aplaudindo e incentivando os atletas que chegavam à meta! Viram-se sprints épicos de atletas que até pareciam não ter forças! A motivação extra proporcionada pelos outros é uma coisa maravilhosa!
O espírito desta prova será para recordar! Fiquei fã!
A equipa corre@correr foi representada por cinco elementos e conseguiu o 19 º lugar entre 37 equipas com o tempo de 3h28m02s
 
38º Ricardo Ferreira - 58:24  Elite M
120º Luis Estêvão - 1:07:56 M40
260º Nuno Moreira - 1:21:42 EliteM
261º Nuno Almeida - 1:21:55 M60
336º António Domingos - 1:32:08 M60
 



Parabéns a todos. Não foi fácil, mas vencemos o desafio da montanha!
 
Nota: criei uma página para as actividades deste grupo, mas não consigo adicionar novas mensagens a essa página... coisas de novato dos blogues :)
 
Hasta
 



 

domingo, 12 de maio de 2013

Corrida Forum Montijo - 12 de Maio de 2013

Ora deixa-me lá escrever aqui umas palavras sobre a prova de hoje no Montijo, da qual gostei bastante!
Levantei-me cedo e como é hábito nestes dias, tomo o pequeno almoço de campeão, ou seja, omelete de 2 ovos com um pedaço de queijo misturado, a acompanhar por sumo de laranja, pão e ainda uma fatia de panrico com o Tulicreme! Arremata-se com um cafezinho e já está!

Saí em direcção à A33, e num instante estava no Forum Montijo, no parque de estacionamento.
Que facilidade na chegada, mas pudera, com um estacionamento daquele tamanho... devia de haver sempre um parque daqueles para cada prova!

Os participantes continuavam a chegar, e perto das 09h35 juntei-me ao pelotão da malta que fazia o aquecimento, para aquecer durante uns 15 minutos.
Estava calor, não tanto como na corrida do SLB, mas ainda assim dava para sentir na pele o Sol a escaldar...
Fui para a partida e como de costume, fico lá para trás... mas mesmo lá para trás. Ainda furei um bocado mas avancei cerca de pouco mais de 10 metros. Vou ter que rever esta estratégia de posicionamento no pelotão.
A partida estava animada, com o speaker a entrevistar o pessoal e alguns vips.


A prova começou e demorei cerca de 1 minuto a chegar ao tapete do chip. Como quem parte atrás tem que atalhar caminho, no 1º km tive a habitual gincana aos "esses" e fui avançando por entre os cerca de 1600 atletas que compunham a corrida.
O percurso não era tão plano como afiançavam e embora não existisse nenhuma subida digna desse nome, existiam umas "inclinações longas" que incomodavam um bocado quando queríamos manter a passada e o embalo.
Não havia muito público nas ruas, à exceção de uma zona do centro do Montijo, onde se ouviram umas palmas de alento, mas era cedo... e aquela é uma zona de gente de trabalho, há-que descansar!
A prova correu-me bem com um tempo que até podia ser melhor, mas foi o que se arranjou. Fiquei a 4 segundos do meu melhor na distância, o que não foi mau. O Usain Bolt também não bate os seus recordes sempre que corre, não é assim? :)
Nada a apontar à organização... tudo bem marcado e delimitado, resultados online após 1 ou 2 horas... água e fruta no final e uma medalha bonita!
Uma novidade... meninas com alicates e cortar os arames que prendem os chips aos ténis!
Brilhante, pois escusei de me dobrar e naquela altura, uma pessoa mal se consegue mexer, quanto mais dobrar...

Registos:

Classificação geral 182º
Classificação escalão 21º
Tempo  45:07  média 4:30 min/km
Tempo chip 43:59
Classificação chip   161º




Hasta

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Corrida do Benfica "António"Leitão" - 14 de Abril de 2013

Ontem foi dia de corrida, e que corrida!
O dia estava quente e adivinhava-se uma prova sofrida e suada.

Pela primeira vez participei na Corrida do SLB, que ficaria marcada por ser a prova inaugural do nosso recente grupo, os corre@correr , composto essencialmente por colegas de trabalho. Era para haver estreia de nova camisola, mas a logística não permitiu e assim sendo, lá tivemos de correr com aquela camisola tipo forno a lenha! A escolha da cor preta realmente não lembra a ninguém para uma camisola de corrida... que sendo de boa qualidade e ventilada, aquece bastante com a luz solar.

A corrida foi bastante participada, e eu, não fazendo ideia que seria tanta gente, não fui a tempo de integrar o pelotão numa posição mais privilegiada, por isso saí bastante lá atrás.

A prova corria-me bem até aos 6 kms, altura em que comecei a sentir algumas dificuldades. A gincana inicial, na tentativa de chegar mais à frente e o calor fizeram mossa. A partir daí, e já com os atletas a vir na direcção contrária (isto dá cabo de mim psicologicamente) foi um aguentar até ao fim e no fim, havia uma subida surpresa com cerca de 100 metros, mesmo ao lado do Estádio da Luz, que me fez o xeque-mate. Nessa altura pensei como sabia melhor entrar no mar e passar a rebentação, a levar com as ondas na cabeça, nos tempos em que surfava. Custava muito, mas pelo menos era mais fresco!

Na minha memória desta prova ficará a entrada no relvado do Estádio da Luz, onde o público em ambiente futebolístico entoava cânticos do clube (que não é o meu...), onde alguns atletas beijaram a relva, e onde estava bem mais fresco, à sombra...

Tempo e classificação provisória:

554º 47:11
Tempo pelo meu cronómetro: 45:06

Classificação Provisória


Próximo objectivo... Corrida Fórum Montijo, 12 de Maio.

Hasta

domingo, 24 de março de 2013

Meia Maratona de Lisboa EDP - 24 de Março de 2013

Boas!

Afinal... fui! :)

Pois é! Nos últimos 2 dias antes da Meia Maratona de Lisboa, estava em plena recuperação da gripe que me assolou nas últimas 2 semanas e à última da hora lá decidi participar.

 O momento mágico que levou a tal decisão tem de ser partilhado... foi a minha esposa que me disse assim na sexta-feira à noite: "Estás com bom aspeto! Não vais correr? Isso é psicológico!". Só faltou chamar-me de mariquinhas! :)
Foi como uma injeção de adrenalina e de recuperação instantânea para a prova e no Domingo acordei bem disposto, com poucos sintomas gripais e lá fui! Arrisquei.

Apresentei-me na partida com o intuito de fazer pelo menos a Mini, sendo que se me sentisse bem viraria à esquerda em Alcântara e seguia para a Meia. Assim foi!
Da prova em si guardo algumas sensações, tais como:
  1. Muita gente na partida, como nunca vi em nenhuma prova que participasse!
  2. Percorri a ponte sempre pela grelha metálica!
  3. Passagem por Alcântara e viragem à esquerda, sentindo-me bem;
  4. Enfunilamento na zona do Cais do Sodré que apertou o pessoal;
  5. Junto da 24 de Julho vejos os africanos na frente, com um andamento do outro mundo!
  6. O começar a sentir as pernas aos 50 e tal minutos... consequências dos poucos treinos nas semanas da gripe!
  7. A passagem pelos abastecimentos e o Powerade de Morango que me foi aguentando a passada!
  8. O ter de ir a Algés e voltar, quando me apetecia ficar já por ali, pelos Jerónimos...
  9. Ver o Ricardo nessa altura, e constatar que iria ganhar o reembolso dos Adidas Boost! Boa Ricardo!
  10. O chegar à Meta e pensar "Caríssimas Meias-Maratonas, tão cedo não me apanham... eu é mais 10 kms!!!"

    Para a história fica o registo de 1:48:45 - tempo chip!
    A classificação foi 3143º , 531º no Escalão 40.

    Está feito e estou feito num oito. Nem umas escadas consigo descer...

domingo, 24 de fevereiro de 2013

GP do Atlântico 2013

Desta vez começo pelo fim.
Percorri os 10 kms em 43:55 minutos e saquei 5 segundos à minha melhor marca dos 10 kms. Para um treino não foi nada mau.
Antes da prova impus a mim mesmo que não iria forçar demasiado na prova, pois esta seria integrada no meu plano de treinos, substituindo um treino de 13,5 kms rápidos, mas, na hora da verdade acabamos sempre por dar um pouco mais do que seria recomendável, contagiados pelo ambiente da prova.

O dia estava uma maravilha para correr e o frio que estava previsto desvaneceu-se pela madrugada, prevalecendo um Sol radioso (e eu sem os óculos escuros),  pelo menos até à hora que estou a escrever.
O nosso grupo apareceu com a habitual pontualidade inglesa, e depois de levantar o dorsal até deu para dar uma volta descontraída pela vila da Caparica e para um cafezinho antes de entrar na "pressão" da prova :)

Cerca de 1500 atletas aprontaram-se para a partida de uma prova que se adivinhava rápida, devido ao percurso praticamente plano, e eu senti isso pelo andamento inicial do pelotão. Tal como os restantes atletas, comecei rápido e mantive o ritmo até pelo menos aos 5 ou 6 kms onde abrandei um pouco para não rebentar e no final fazer um forcing! A passagem pelo paredão junto à praia foi a parte mais difícil da prova, com algum vento de frente e também com zonas de areia da praia que galgou para o paredão e que tivemos de "mastigar".
A placa dos 9 kms apareceu-me pela frente e nesse último km acelerei um pouco. Afinal esse 1 km era 1,35 km... coisas da Xistarca a que nos vamos habituando, embora no geral a prova estivesse bem organizada.

Acabada a prova estive a assistir aos restantes companheiros a chegar, na companhia do Ricardo que já por ali estava à nossa espera e que fez um tempo na casa dos 39' (Boa Ricardo), e vimos chegar o Nuno, o Pedro, o José Carlos e o António! Estão todos de parabéns!

Resultados da nossa maltinha:

Ricardo Ferreira - 79º, 39:24
Luis Estêvão - 293º , 43:55
Nuno Almeida - 923º . 52:08
António R. Domingos - 1357º , 1:00:53

Não sei os apelidos do José Carlos e do Pedro...
Podem ver classificações aqui : http://www.xistarca.pt/Publicimages/atlantico/CLASSIFICACAO%20GERAL.htm

Ainda encontrei os Papatrilhos do BTT, que também parecem começar a gostar destas andanças de corridas... e naturalmente houve fotos! Tenho de "cravá-las" para postar aqui!







E agora... de volta ao plano de treinos, mas primeiro, o merecido descanso!

Hasta!

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

domingo, 27 de janeiro de 2013

Duatlo do Jamor 27-01-2013 " O Tulicreme"


Hoje no Jamor, só estando lá para ver a adversidade com que todos os participantes se depararam no percurso da prova do Duatlo BTT.
Embora a prova seja de 5 kms Corrida+ 14,5 kms BTT+ 2,5 kms Corrida, o que me vai ficar na memória é a parte do BTT. Sem dúvida!!!

Cheguei ao Jamor atempadamente e tratei do dorsal e de preparar o material para colocar na zona de transição. Tudo isto à chuva! O Windguru dava chuva até às 10h00 e acertou em cheio! Felizmente a chuva parou durante a prova...
Já com os pés molhados antes de correr, andei por ali na companhia dos amigos Papatrilhos e de um ou outro companheiro de corrida e btt. Olhando para a paisagem já dava para ver que os trilhos deviam estar bastante enlameados... e como costumo ir no meio do pelotão, já adivinhava que a coisa iria ficar bem mais "mastigada" para nós, que vamos lá atrás!
A corrida correu-me mais ou menos bem, pois já fiz 5 kms mais rápidos em treino, mas melhorei o tempo do ano passado. Hoje não estava a sentir-me especialmente em forma...

No BTT, ora bem, logo depois da transição subimos à esquerda do Estádio Nacional e a lama marcou logo presença e ainda por cima a subir. Era a subir e a escorregar em algumas zonas o que tornava a ascensão mais difícil. Em relação ao ano passado, andei 5 ou 6 vezes mais tempo com a bicicleta à mão, pois a prova é longa e resguardei-me do excesso de esforço. Em alguns locais era mesmo impossível subir aquilo no estado em que estava. Talvez os primeiros que por lá passaram o conseguiram, mas aquela malta... são uns cavalos! Admiro bastante estes atletas que fazem aquilo com uma perna às costas! Grandes atletas!
A dada altura pensei em desistir... coisa que nunca fiz numa prova... nem nos tempos em que corria quando era mais novo. Aquele sentimento de parar esteve ali a marinar, a marinar, mas passou! Fui  andando e pedalando e acabei por completar a prova.
Do lado do Jamor encostado a Linda-a-velha, as coisas ainda estavam piores... a lama parecia Tulicreme. Eu até sou fã do Tuli desde pequenino mas aquilo era demais. Houve uma altura em que me comecei a rir sozinho daquilo tudo. Granda Totó, que é que andas aqui a fazer no meio desta pasta? Pensei eu!
Entretanto, mais Tulicreme a subir, a descer, foi  um fartote do creme! A descer ainda a coisa ia... parecia que estava a surfar, wooohhoooooo! Haviam subidas em que levava a bike à mão e a única maneira de os sapatos de BTT agarrarem ao chão era se fosse pelas ervas na berma. Muito duro!
Lá fui mastigando os kms até à zona de transição e finalmente voltei a calçar os ténis de corrida. Tal como no ano passado, esta parte custa sempre um bocado, pois é uma transição difícil.
As pernas não queriam correr, mas lá as convenci e levaram-me durante os últimos 2,5 kms.

A minha "espanhola" como eu a apelido, ficou assim:
Tadita!!!
Foi valente e aguentou sem avarias e sem queixas!






Para a história fica um 309º na geral, e um 23º lugar entre os Veteranos 2 com um tempo de 1h41m18s.
Foi um bom treino sem dúvida!

Para o ano que vem lá estarei outra vez com ou sem Tulicreme! Mas desta vez levo o pão...

Hasta

Relato do Corre Jamor 2019

E foi assim o Corre Jamor: Depois de chegar ao Jamor, levantar o dorsal e encontrar a lebre (Moreira), aproximava-se a hora da prova. A m...